25 de janeiro de 2019

O DOM ME INICIOU COMO SUBMISSA

Eu conheci meu Dom em um grupo no Facebook. Li sobre ele, o que escrevia e me identifiquei com aquilo tudo. Mandei pedido de amizade e ele aceitou. Conversamos por umas duas semanas. No início foi difícil me acostumar com a submissão virtual. Lendo o que ele escrevia muitas vezes tinha vontade de o mandar o cara a merda! Certo dia, conversávamos e ele me pressionou para, no dia seguinte, ir à casa dele. eu não queria porque estava menstruada, mas ele exigiu. Obedeci! No dia seguinte fui, sai do elevador e ele estava me esperando na porta do apartamento. Entrei e ele me mandou sentar no sofá. Ficou me olhando por um tempo que parecia interminável. Me mandou ir ao banheiro tirar o batom vermelho que eu estava usando. Voltei pra sala tremendo de nervoso. Me fez sentar. Segurou meu rosto e ficou na minha frente. Percebi que ele estava de pau duro. Disse que eu seria castigada por demorar tanto tempo pra ser a cadela dele. Mandou-me ficar […]

Veja mais
1 de dezembro de 2017

CASADA SUBMISSA CONFESSA: FOI USADA E DOMINADA PELO DOM

Sou uma mulher de 48 anos, casada há 24 anos, tenho um casal de filhos e resido na zona oeste de São Paulo. É incrível como tomamos atitudes que imaginamos jamais ter coragem… Foi exatamente isso que aconteceu comigo. Sempre gostei de ler contos eróticos, especialmente sobre submissão e dominação. Este tema sempre me excitou muito, embora nunca tivesse qualquer experiência sadomasoquista ou D/s. Tenho uma vida sexual morna com meu marido. Nada além do “papai-mamãe” bem básico e de vez em quando. Nunca tive coragem de pedir para ele realizar minhas fantasias sexuais, até porque tinha vontade de ser possuída e subjugada por outro homem. Com o passar do tempo minhas fantasias tomavam conta da minha mente. O toque dos meus dedos na buceta já não era suficiente para acalmar meu fogo. A vontade de realiza-las tornou-se ainda mais intensa depois de ler um conto “Dominando e Usando Mulheres Casadas”. Fiquei muito excitada e meladinha me imaginando no lugar das submissas casadas. O tesão de ser dominada por outro […]

Veja mais