Sexicontos

28 de junho de 2017

USEI A BUCETA PARA SER PROMOVIDA NA EMPRESA – SOU PUTA? PARTE_2

… Como combinado voltei à sala dele no horário marcado. O chefe abriu a porta, me seguiu com os olhos ate eu sentar e trancou a porta! – Vamos sentar ali no sofá, ficaremos mais à vontade para conversarmos! – Claro. (já tinha entendido as intenções dele!) – Mayumi, acho que você tem todas as qualidades para o cargo e tem também outros atributos que eu admiro… – Obrigada. Fico lisonjeada e nem sei o que falar. Ele foi chegando perto, colocou a mão nas minhas pernas e tentou me beijar. – Doutor Geraldo, por favor, não… Sou casada e nunca tive relações fora do casamento, nunca trai meu marido. – Mayumi também sou casado, mas sempre tive muito tesão por você! Desde o momento em que você entrou aqui na empresa… – Eu também te acho muito atraente (achava de verdade, o cara era cheiroso e gostoso)… Mas isso vai nos causar problemas, mais ainda dos que já tenho! Resolvi abrir o jogo e contar o que se passava […]

Veja mais
25 de junho de 2017

USEI A BUCETA PARA SER PROMOVIDA NA EMPRESA – SOU PUTA? PARTE_1

Recebemos essa história de uma leitora que tem uma dúvida: Me chamo Mayumi, sansei, tenho 32 anos, moro em Santana – Zona Norte de SP. Sou casada há oito anos com Takashi, também sansei, que me deu dois filhos lindos. Apesar da idade me acho gostosa (coxas grossas e seios pequenos mas durinhos). Deve ser a genética, porque não “malho”, faço apenas um pouco de esteira quando posso. Minha vida mudou completamente quando, ao chegar em casa após o trabalho, meu marido estava me esperando com uma “bomba” – Amor, fui demitido. Estou arrasado! Isso mesmo, assim como milhões de brasileiros, Takashi havia perdido o emprego. Pensei comigo “fodeu”! Havíamos feito a viagem dos nossos sonhos para o Japão e tínhamos prestação da moto e do carro para pagar, escola dos meninos e zero de economias, não sei como faríamos para pagar nossas dividas. – E agora Takashi o que faremos?? – Calma, não sei, mas algo há de acontecer e tudo se resolverá! Sabia que só com o salário […]

Veja mais