10 de Fevereiro de 2017

ESTUDOS COMPROVAM – MULHERES SÃO 80% FLEX

Estudo da Universidade de Essex – Reino Unido – reuniu 345 mulheres e comprovou que “Elas” ou são homossexuais, ou bissexuais – nunca heterossexuais. O pesquisador mostrou vídeos de homens e mulheres nuas e monitorou a resposta feminina, com a ajuda de equipamentos para vigiar os olhos (que assinalavam a dilatação das pupilas) e outras medidas diretas de resposta sexual psicológica. O resultado: 74% das mulheres que se definiam como heterossexuais se excitavam tanto com o corpo um homem peladinho, como com o de uma mulher. Já as lésbicas dão uma resposta sexual muito mais forte quando confrontadas com a forma feminina. Ao todo, 82% das mulheres testadas excitaram-se com as imagens dos dois sexos. “Apesar da maioria das mulheres se ter identificado como heterossexual, a nossa investigação mostrou que quanto ao que as excita, são tanto bissexuais como homossexuais, mas nunca heterossexuais”, concluiu a pesquisa.

Veja mais
2 de dezembro de 2016

PROSTITUTAS BIZARRAS SÃO MAIS CARINHOSAS NA CAMA

Em vários países proprietários de bordeis tentam atrair clientes com novidades bizarras. As mulheres bonitas e gostosas saem de cena e são substituídas mulheres “diferentes”! Nestes lugares os clientes se dispõe a gastar muita grana para ter sexo com mulheres feias, peludas e anoréxicas. Uma noite com uma dessas mulheres custa até 2.000 dólares. Em Moscou as mulheres anoréxicas e peludas são as preferidas no mercado do sexo. Uma noite com uma migrante da antiga república soviética da Geórgia, que tem o corpo coberto com pelos e usa uma barba, custa a bagatela de 500 dólares. Em entrevista a um jornal de Moscou ela afirmou que se não tivesse se tornado uma prostituta seria uma mulher solitária e virgem! Em Nova Iorque existem dezenas de bordéis que empregam meninas anoréxicas que foram dispensadas do mundo da moda por magreza excessiva. No Japão, prostitutas com rostos queimados, narizes quebrados, cabeça desproporcionalmente grande e com outras malformações congênitas são super valorizadas. Uma jovem chamada Mimiko, que tem uma fissura labial e fenda […]

Veja mais
13 de novembro de 2016

O CARRO E AS MODELOS QUE VOCÊ NUNCA VERÁ NO SALÃO DO AUTOMÓVEL

Uma das series eróticas do fotógrafo Andrew Lucas tem como tema o sonho de consumo dos milionários, o icônico Rolls-Royce. No ensaio modelos lindas e gostosíssimas são fotografadas seminuas em poses sensuais e eróticas interagindo com o símbolo da marca inglesa “Spirit of Ecstasy” (Espírito do Êxtase em português), uma estatueta feminina inclinada prestes a alçar voo, presente na extremidade do capô de todos os RR desde 1911. Andrew Lucas nasceu em 1963 na Ucrânia. Sua carreira como fotografo começou aos 42 anos, quando sua esposa lhe deu uma câmera digital como presente e Andrew imediatamente decidiu ganhar dinheiro usando-a. Embora ele quisesse tirar fotos incríveis desde o primeiro dia, era impossível ganhar a vida em uma pequena cidade como fotógrafo de moda. Então, Andrew começou a tirar fotos de passaportes de pessoas, de grupos de estudantes e de crianças para ganhar a vida. Quando perguntado como e por que ele prefere fotografar nus, Andrew disse: “Em seu coração, toda mulher quer parecer uma princesa em imagens, a maneira como […]

Veja mais
6 de novembro de 2016

SUBCELEBRIDADES ENTRAM DE PEITO NO #DESAFIODALATINHA

A web é uma janela de oportunidades para as #subcelebridades. É só aparecer algo bizarro que lance luzes, holofotes, flashes e espaço na mídia que elas surgem e se jogam de cabeça! É o caso do #DesafioDaLatinha a versão tupiniquim do desafio – campanha norte-americano #HoldACokeWithYourBoobsChallenge, que em português seria algo como “Segura uma Coca com os seus peitos”. As Sub rapidamente aderiram ao movimentou que agitou a rede no mês de maio. Tudo começou quando uma agência americana especializada em recrutar modelos para a indústria de entretenimento lançou a campanha #HoldACokeWithYourBoobsChallenge, na qual mulheres posam com latinhas de Coca-Cola encaixadas entre os peitos. O mote seria chamar atenção para o câncer de mama e, com isso, arrecadar dinheiro para estudos sobre a doença. Mas tudo não passou de uma “brincadeira para zoar esses outros desafios”, como o famoso desafio do balde de gelo, que movimentou a web no fim do ano passado. A piada, no entanto, acabou recebendo muitas críticas por supostamente tratar de um tema tão delicado como […]

Veja mais