18 de Maio de 2018

CASAL DE AMIGOS NOS INICIOU NO SWING

Eu sou Leonardo 48 anos, jornalista, moreno claro. Minha esposa Luiza, 42 anos, médica, também morena. Somos casados faz 18 anos e, após esse tempo juntos perdemos aquele fogo… Das transas quente e apimentadas do início passamos a uma mensal fria e sem graça. Sempre conversamos muito, sem vergonha ou preconceitos, sobre fantasias sexuais e fetiches, mas só falávamos… Após uma noite de sexo, deitados na cama e Léa me disse: – Se eu te contar uma coisa você guarda segredo? – Claro. – Há umas duas semanas Rafaela me convidou para almoçar na casa dela. Enquanto ela preparava algo para bebermos folheei umas revistas e, para meu espanto, de dentro dela, caíram algumas fotos do Luís e outro cara transando com ela! Quando a Rafa me viu com as fotos na mão, ficou muito nervosa e me pediu segredo. Após alguns segundos de silêncio, perguntei: – Rafaela! Você e o Luís fazem ménage? swing?? – Sim fazemos! No início fingi naturalidade e falei que ninguém tinha nada a ver […]

Veja mais
15 de Abril de 2018

A NOSSA PRIMEIRA E DELICIOSA TROCA DE CASAIS

Casal, leitores do SeximaginariuM, decidiu contar aos nossos leitores como foi a primeira experiencia deles na “troca de casais”. Tenho 55 anos e a minha esposa Inês 45 anos. Faz algum tempo que começamos a conversar sobre a possibilidade de experimentarmos o “mundo do swing”. Queríamos satisfazer nossa curiosidade e realizarmos essa fantasia sexual. Entre vários casais com que conversamos pelo Skype, um em particular nos chamou a atenção: Mesma faixa etária, condição econômica e, principalmente, nunca tinham feito troca de casais. Foram várias noites de conversas (Inês passava horas com Clara na internet). O jogo da sedução durou cerca de dois meses. Numa noite, estávamos os quatro online, a conversa esquentou muito e decidimos ligar nossas câmaras. As imagens nos deixaram muito excitados. O casal fez sexo oral e nós dois nos masturbamos em frente a câmera. Foi um “esquenta” para o real! Após esta noite resolvemos marcar um encontro para nos conhecermos pessoalmente – jantar, beber, descontrair e quem sabe… Chegamos ao restaurante, Marcos e Clara nos esperava. […]

Veja mais
11 de Abril de 2018

PERDI O CABACINHO COM UM MACHO ROLUDO

Sou bem gostosinho e tenho uma bundinha bem durinha, mas nunca havia “dado” para outro homem. Conheci um cara na internet e combinamos tomar um café para nos conhecermos. Quando vi pessoalmente me deu tesão – alto, magro, com cara de malvado rsrsr. O garoto era bem decidido. Depois de meia hora de conversa, me convidou para irmos a um hotel ali próximo. Ele me pegou de surpresa! Meu coração parecia que ia sair pela boca. Topei! Logo que descemos do carro e entramos no quarto ele já veio me beijando e me pegando por trás. Chegou junto sem dó! Delícia sentir pela primeira vez o volume da rola dura na minha bundinha. Nunca tinha sentido a rola de outro homem. Ele abaixou a calca, colocou o pau para fora (enorme para os meus padrões), me puxou pelos cabelos em sua direção… Não tive escapatória e cai direto de boca naquela rola, hummmm que delícia. Fiquei de quatro olhando no espelho e chupando aquela rola. Pedi pra que enfiasse seus […]

Veja mais
19 de Março de 2018

PÊNIS PARK – LOCAL DE CULTO E REVERENCIA A ROLA

O Pênis Park (vejam fotos fantásticas no post) localizado na Coreia do Sul, faz parte de um complexo maior, chamado Haesindang Park, inaugurado em julho de 2002. No parque, existem cerca de 50 pênis gigantes esculpidos em diferentes materiais. O motivo de tanta rola? Uma lenda de mais de 500 anos, diz que, um dia, uma jovem mulher, deixada por alguns instantes em uma rocha perto do mar por seu namorado, morreu afogada em razão de uma tempestade que impediu o homem de encontrá-la. “Os moradores do local entenderam que a jovem havia morrido antes de conhecer os prazeres carnais e que desejava ver o sexo masculino. Decidiram então construir esculturas de pênis enormes para satisfazê-la”, conta Seyoen Park, um dos guias do Pênis Park. No ano passado (2017), 270 mil pessoas passaram por lá, tornando-se um dos lugares mais visitados da Coreia do Sul. Além do sucesso turístico, entre a população local, há a crença de que essas estátuas têm virtudes benéficas. A cidade é rica. É por isso […]

Veja mais
24 de Fevereiro de 2018

MEU MARIDO É UM CUCKOLD VOYEUR

Olá, meu nome é Liliane, tenho 35 anos e sou casada com Anderson faz quase 10 anos. Um dia li aqui nesse blog sobre cuckold e voyeurismo. Sempre tive muito interesse e curiosidade em saber o que era e como funcionava. Descobri rsrs – Homens que assistem suas mulheres trepando com outros caras! Como foi meu marido que comentou e despertou minha curiosidade sobre o tem, esperei o momento certo para comentar com ele. Perguntei a ele o que ele sentiria em me ver transando com outro homem: – Tesão, muito tesão meu amor! Fiquei surpresa com a resposta, mas não fiz nenhum comentário e fui dormir. Passei a noite pensando sobre o assunto. Às vezes pensava que meu marido não me amava mais, outras como seria transar com outro homem. No dia seguinte agi como se nada tivesse acontecido. Abracei e beijei muito meu marido porque ele iria viajar e ficaria 10 dias fora. Ele voltaria numa sexta-feira. Fui ao salão de beleza, me depilei como ele gosta e […]

Veja mais
7 de Fevereiro de 2018

MENINAS: VOCÊS COSPEM OU ENGOLEM?

Existe todo um fetiche envolvendo o sexo oral masculino. No quesito “boquete” muitos homens apreciam algumas “coisinhas” que as mulheres podem ou não gostar. A principal delas é o que fazer com a porra do parceiro. Cuspir ou engolir? Se você deixou seu parceiro gozar na sua boca, já é um bom sinal, mas dependendo do que você fizer depois pode cortar o clima e o tesão dele e comprometer o “granfinale”. Você cospe ou engole? O Seximaginarium Fez uma enquete sobre o tema no Facebook e, para nossa satisfação, 80% das mulheres curtem chupar e engolir – “Eu engulo faz bem pra pele.” “Se for pra cuspir nem precisava colocar na boca então. Engulo até a última gota.” “Não tenho frescuras e nem nojinho eu engulo até a última gota.” Só 20% não curtem engolir “Eu cuspo tem gosto de água sanitária kkkkkkk” “Cuspo na cara dele Se Ele jogar essa porra em mim!”. Alerta meninas!: Nunca faça cara de nojo ao sentir a porra do gato na boca […]

Veja mais
23 de Janeiro de 2018

SEMPRE TIVE PRAZER EM FAZER SEXO ANAL

Recebi esse texto de uma leitora do SeximaginariuM: Não sei se dar o cuzinho é um defeito próprio de uma vagabunda ou uma deliciosa sodomia. O lance é que dando o cu me realizo e gozo como ninguém. E me parece, pelo menos é o que sinto, que a maioria dos homens adora a mulher que dá o cu sem frescuras. E eu dou. Ah, como dou! Dizem que algumas mulheres fazem sexo anal só para agradar seu parceiro, mas eu faço porque gosto e porque mereço. Mereço sentir um macho bem despojado e acoplado às minhas ancas. Mereço um ferro quente e grosso me rasgando o lombo. Me cobrindo feito uma égua selvagem no cio. Tive uma amiga – grande amiga inclusive – que me disse, e soou como um elogio: – Você se comportava feito uma vagabunda totalmente sem classe! Não sabia que foder e dar gostoso o cuzinho para o seu homem, e fazer o que se gosta seja imoral. Enfim, cada um, ou uma, na sua. […]

Veja mais
6 de dezembro de 2017

PUNHETA

Ela olhava fixamente para o meu pau. Seus olhos brilhavam. Eu batia uma punheta, pau duro mostrando a cabeça rosada. Ela sorria de desejo e vontade. Chegava bem perto e eu enfiava a rola na boca dela. Fodia sua boca com meu pau. Enfiava com vontade segurando pela base batendo com ele na sua cara seu. Ela gemia de tesão. Ela chupava meu saco querendo enfia-lo todo na boca.  Ajoelhou na minha frente enquanto eu batia uma punheta bem perto do seu rosto. O tesão só aumentava. A vontade de gozar na sua cara dela também. Seus olhos imploravam. Sua boca salivava. Coloquei o pau novamente entre seus lábios. Ela babou deixando escorrer a saliva. Chupada molhada e macia do jeito que sempre sonhei. Meu corpo se arrepiaria. Tiro o pau da sua boca e surro mais um pouco no seu rosto. Gozei. Porra para todo lado. Ela engoliu meu pau inteiro, não querendo desperdiçar e ao mesmo tempo querendo sentir-se lambuzada pela porra. Alisei seu rosto lambuzado, limpei com […]

Veja mais