11 de abril de 2018

PERDI O CABACINHO COM UM MACHO ROLUDO

Sou bem gostosinho e tenho uma bundinha bem durinha, mas nunca havia “dado” para outro homem. Conheci um cara na internet e combinamos tomar um café para nos conhecermos. Quando vi pessoalmente me deu tesão – alto, magro, com cara de malvado rsrsr. O garoto era bem decidido. Depois de meia hora de conversa, me convidou para irmos a um hotel ali próximo. Ele me pegou de surpresa! Meu coração parecia que ia sair pela boca. Topei! Logo que descemos do carro e entramos no quarto ele já veio me beijando e me pegando por trás. Chegou junto sem dó! Delícia sentir pela primeira vez o volume da rola dura na minha bundinha. Nunca tinha sentido a rola de outro homem. Ele abaixou a calca, colocou o pau para fora (enorme para os meus padrões), me puxou pelos cabelos em sua direção… Não tive escapatória e cai direto de boca naquela rola, hummmm que delícia. Fiquei de quatro olhando no espelho e chupando aquela rola. Pedi pra que enfiasse seus […]

Veja mais
10 de agosto de 2017

O GATO É FISSURADO NO SEU CUZINHO? CUIDADO!

Uma discussão no Twitter me chamou a atenção. Uma garota baiana respondeu a um cliente obcecado pela sua bundinha (linda por sinal) que – “Homem obsecado (sic) por cu pra mim é viado”. Entrei na conversa, tomei porrada da baianinha gostosa, mas minha curiosidade  pelo tema “homens fissurados em sexo anal” foi maior. Veja o que encontrei: De acordo com as conclusões obtidas pela Dra. Mary Collins Scheer, homem que gosta de entrar por trás na sua mulher (comer o cuzinho), na verdade gostaria que o vizinho estivesse lhe enrabando. “As mensagens subliminares embutidas na prática do sexo anal em relações heterossexuais” – é recheada de polêmicas. Ela discute um tabu tão antigo quanto a prática sexual. Dra. Mary afirma categoricamente que os homens que se dizem heterossexuais e “comem com frequência um cuzinho” estão em conflito com a orientação sexual deles. Para a Dra. Scheer “O ato sexual onde o homem deixa a mulher de costas para ele possui um simbolismo de negação da anatomia feminina. É uma manifestação […]

Veja mais
10 de fevereiro de 2017

ESTUDOS COMPROVAM – MULHERES SÃO 80% FLEX

Estudo da Universidade de Essex – Reino Unido – reuniu 345 mulheres e comprovou que “Elas” ou são homossexuais, ou bissexuais – nunca heterossexuais. O pesquisador mostrou vídeos de homens e mulheres nuas e monitorou a resposta feminina, com a ajuda de equipamentos para vigiar os olhos (que assinalavam a dilatação das pupilas) e outras medidas diretas de resposta sexual psicológica. O resultado: 74% das mulheres que se definiam como heterossexuais se excitavam tanto com o corpo um homem peladinho, como com o de uma mulher. Já as lésbicas dão uma resposta sexual muito mais forte quando confrontadas com a forma feminina. Ao todo, 82% das mulheres testadas excitaram-se com as imagens dos dois sexos. “Apesar da maioria das mulheres se ter identificado como heterossexual, a nossa investigação mostrou que quanto ao que as excita, são tanto bissexuais como homossexuais, mas nunca heterossexuais”, concluiu a pesquisa.

Veja mais