fotografia

5 de novembro de 2018

ABHIYANA – A ESCRITORA PORNÔ ATIVISTA

“ando com a mente povoada de putaria. o que faz com que minha vulva fique quase o tempo todo aquecida e melecada. imagino pessoas bem peladas, andando pra lá e pra cá, sem questões nem formalidades, livres pra fuder de verdade. mas ainda estamos averiguando se deus deixa ou não dar o rabo. Filhos, deus é daquelas mulheres que gozam dando o cu.” Abhiyana, atriz, produtora e escritora. Aos 21 anos, trocou o emprego em uma multinacional pelos palcos. Pediu demissão e foi estudar teatro. Na entrevista que concedeu ao portal UOL, Abhiyana afirmou que nunca teve problemas para falar sobre sexo em casa. Já dançava desde pequenininha e diz que sempre se deu bem com o próprio corpo. Se considera uma pioneira dos nudes, pois já gostava de fazer fotos nuas e mandá-las para namorados e peguetes. Por e-mail, que fique claro para a geração das redes sociais e do WhatsApp. Acredita que já tinha um olhar mais refinado para a pornografia desde mais nova, apesar de hoje considerar […]

Veja mais
22 de junho de 2018

CENAS CALIENTES DA “EXPO SEXO Y EROTISMO 2018”

Todos nós temos um lado B. Quem nunca espiou uma dessas páginas “sex hot” na internet? Teve vontade de ir a um evento em que o sexo é a principal atração? No mês de junho aconteceu na Cidade do México a “Expo Sexo y Erotismo 2018”. Este evento não é dedicado apenas para os solitários que procuram diversão sexual, é também uma boa oportunidade para os casais encontrarem alguns brinquedos para reviver a chama ou, simplesmente, causarem um incêndio na cama. Durante os três dias da Expo aconteceram vários concursos, o mais concorrido é a dança com atrizes e atores pornô. Mas se o interesse de alguns visitantes foi além com a interação com produtores de filmes XXX e atividades lúdicas eróticas. Foram montados 15 cenários temáticos com shows de pole dance, dança aérea erótica, pista de biquíni e exposição de pintura corporal, tudo o que envolve este maravilhoso mundo do prazer sexual. Selecionamos para vocês algumas cenas calientes da “Expo Sexo y Erotismo 2018”:  

Veja mais
25 de abril de 2018

COMO SERÁ QUE ELA É… VESTIDA E PELADINHA?

Você olha para a da gata andando na rua, aquela mulher que trabalha com você e fica imaginando: Como será que ela é peladinha? “Despindo” as mulheres em pensamento, você pensa: Como será a bucetinha dela? Será peludinha? E os peitos? Nós desvendamos esse mistério para você!

Veja mais
13 de fevereiro de 2018

TODO CARNAVAL TEM SEU FIM!

Toda Bossa é nova e você não liga se é usada Todo o carnaval tem seu fim Todo o carnaval tem seu fim E é o fim, e é o fim Los Hermanos As imagens ++++bizarras do carnaval 2018!

Veja mais
18 de janeiro de 2018

FOTOS DE GIULIANA FARFALLA: A PRIMEIRA TRANS CAPA DA PLAYBOY ALEMÃ

Pela primeira vez a edição alemã da revista Playboy publicou uma modelo transgênero em sua capa. A escolhida é Giuliana Farfalla, 21, que ficou famosa no país por ter participado, em 2017, do programa de televisão “Germany Next Top Model”. O editor-chefe da revista Florian Boitin, estava pensando nela para a primeira capa de 2018: Desta forma, a revista irá levar adiante a vontade de Hugh Hefner (fundador da Revista) – “definitivamente oposta a todas as formas de exclusão e intolerância”. Giuliana é uma pessoa muito especial e, ao mesmo tempo, “exemplo maravilhoso de quão importante é a luta pelo direito à autodeterminação”. Nascida em 1996, Farfalla foi batizada com o nome de Pascal Radermacher. Depois de, segundo suas próprias palavras, ter se sentido “no corpo errado” desde criança, Farfalla tomou, aos 16 anos, a decisão de se transformar numa mulher por meio de cirurgia de redesignação sexual. Mas Giuliana não foi à primeira… Em novembro do ano passado, a edição americana da Playboy também deu destaque a uma modelo […]

Veja mais
30 de outubro de 2017

“COISAS ERÓTICAS” – O 1º FILME PORNÔ BRASILEIRO

Em julho de 1982, estreava no Windsor, cinema tradicional do centro da cidade de São Paulo “COISAS ERÓTICAS”, o primeiro filme pornô brasileiro. Com um público de 4,7 milhões (17º lugar na lista das maiores bilheterias do cinema brasileiro de todos os tempos), o filme mudou a trajetória do cinema nacional. Atualmente o acesso ao material pornográfico produzido pelo mundo é fácil – internet, canais a cabo, DVD, BLU RAY – mas na época do lançamento de “COISAS ERÓTICAS”, ainda sob a censura do regime militar, era difícil conseguir e assistir um filme XXX. O VHS era raro no Brasil e o jeito era assistir dividir um pornô com amigos no “bom e velho” Super-8. Uma verdadeira punheta coletiva! Após o sucesso do 1º FILME PORNÔ_BR o público cinéfilo-punheteiro não queria mais ver apenas seios, nádegas e simulação de sexo com o pau mole. Para fazer sucesso nas bilheterias, era necessário mostrar explicitamente o “algo mais”! Em meados da década de 1980 a indústria paulistana da pornochanchada foi consumida pela […]

Veja mais
25 de outubro de 2017

O ERÓTICO E O PORNOGRÁFICO

É difícil traçar o limite exato, a fronteira, entre o erótico e o pornográfico. Já li muito sobre o tema, mas nunca cheguei à conclusão alguma. Mas vamos tentar refletir sobre o tema. O erotismo revela corpos e atos com mais sutileza. A pornografia explicita os atos sexuais, mostra a genitália desnuda e escancarada. O erótico desperta a libido e a imaginação. É a roupa branca, molhada, colada no corpo da mulher, a silueta de uma bunda revelada na contraluz. A pornografia, desperta o tesão, a vontade. É a boca engolindo um pau. Uma língua penetrando uma boceta. Lábios melados de gozo! Em resumo o erótico insinua e a pornografia explicita. Mas não apenas a mostra da genitália desnuda escancarada define a pornografia. Paus, bocetas, peitos e cus são mostrados em revistas, no cinema e em exposições. Mas isto é arte erótica ou pornografia? Pode ser arte. E se esses órgãos estiverem em funcionamento, no ato sexual? Isso é arte? Também! O critério da aparência ou não dos órgãos sexuais […]

Veja mais
8 de setembro de 2017

A CICATRIZ DE MARILYN MONROE por BERT STERN

Sem maquiagem, Marilyn pegou os lenços, sentiu sua textura e transparência e percebeu a intenção do fotógrafo. – Tenho uma cicatriz recente de cirurgia. Vai aparecer? Ela perguntou. – Depende da luz. Mas pode ser retocada, disse Stern. Durante três dias, na primavera de 1962, o fotógrafo americano Bert Stern fotografou a estrela do cinema Marilyn Monroe, com 36 anos de idade, na suíte 261 do Hotel Bel Air na cidade de Los Angeles.O ensaio, realizado seis semanas antes da sua morte, revela detalhes da intimidade de um dos maiores símbolos sexuais do cinema. Marilyn foi fotografada exibindo as sardas no rosto e colo, além de uma grande cicatriz no abdome, resultado de uma operação na vesícula. Bert Stern nasceu no Brooklyn em 1929. Com 17 anos começa a trabalhar na revista Look. Sai dois anos e meio depois para assumir a direção artística de uma pequena revista e se lança como fotógrafo. Convocado para o serviço militar em 1951, consegue partir para o Japão com a equipe de cinema […]

Veja mais