13 de junho de 2018

EU E MARIDÃO FODEMOS A LOIRA SAFADA NA FRENTE DO MARIDO DELA

Tenho 40 anos, excelente forma física, seios médios, bunda durinha e redonda. Meu marido tem 55 anos, 1,85m de altura, 100 kg bem distribuídos e uma rola respeitável de 19 cm. Eu e meu marido adoramos uma putaria. No último sábado resolvemos retomar… Fazia algum tempo que não íamos a uma casa de swing. Mal chegamos a casa, fomos para o bar e tomamos um espumante. Ao nosso lado, um casal, uma loira bem gostosa, uns 45 anos, com cara de safada, daquelas que gosta da “coisa”! Ela estava acompanhada de um cara gordinho, porém estava dando a maior bola pro meu marido. A moça era uma graça, mas o marido um pouco difícil de encarar… Resolvi checar os “documentos” do cara e só confirmei o que já previa: pau pequeno! Nessa altura, os dois – meu marido e a loira – estavam conversando e bem entrosados em frente ao balcão. Eu sussurrei no ouvido dele: – Se você quiser pegar a gostosinha eu te ajudo, mas não me peça […]

Veja mais
15 de abril de 2018

A NOSSA PRIMEIRA E DELICIOSA TROCA DE CASAIS

Casal, leitores do SeximaginariuM, decidiu contar aos nossos leitores como foi a primeira experiencia deles na “troca de casais”. Tenho 55 anos e a minha esposa Inês 45 anos. Faz algum tempo que começamos a conversar sobre a possibilidade de experimentarmos o “mundo do swing”. Queríamos satisfazer nossa curiosidade e realizarmos essa fantasia sexual. Entre vários casais com que conversamos pelo Skype, um em particular nos chamou a atenção: Mesma faixa etária, condição econômica e, principalmente, nunca tinham feito troca de casais. Foram várias noites de conversas (Inês passava horas com Clara na internet). O jogo da sedução durou cerca de dois meses. Numa noite, estávamos os quatro online, a conversa esquentou muito e decidimos ligar nossas câmaras. As imagens nos deixaram muito excitados. O casal fez sexo oral e nós dois nos masturbamos em frente a câmera. Foi um “esquenta” para o real! Após esta noite resolvemos marcar um encontro para nos conhecermos pessoalmente – jantar, beber, descontrair e quem sabe… Chegamos ao restaurante, Marcos e Clara nos esperava. […]

Veja mais
29 de março de 2018

REALIZAMOS NOSSO FETICHE – UMA SURUBINHA COM MINHA AMIGA

Eu e o Ricardo, meu marido, começamos a pensar em realizarmos a fantasia do “ménage” faz alguns meses. O sexo a três começou a fazer parte do cardápio das sacanagens e fetiches que povoavam nosso imaginário. Iniciamos assistindo vídeos pornôs e procurando em sites imagens de duas mulheres e um homem trepando… A possiblidade de realizarmos essa fantasia nos excitava muito. Deixava minha buceta muito molhada e o pau dele muito duro. Mas como e com quem faríamos? Quem toparia brincar da versão masculina de “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, ou seja, Ricardo e suas duas bucetinhas. Lembrei-me de uma amiga, a Bianca, que tinha me contado que, quando casada, fazia ménage com o marido e outra mulher e gostava muito! Retomei o contato com ela, saímos nós duas algumas vezes, apimentamos a conversa e abri o jogo… Ela topou na hora! E, para minha surpresa, me contou que tinha atração por mim, e seria uma ótima oportunidade para me “pegar”. Escolhemos uma sexta-feira à tarde num motel. Chegamos […]

Veja mais
22 de março de 2018

O PRAZER SUPREMO EM SER CUCKQUEAN

Sempre ouvi falar do desejo dos homens em serem cornos e suas esposas arrumarem machos para satisfazerem esse fetiche de seus cuckold… Mas, e ao contrário? Só o homem tem esse tipo de desejo? Nenhuma mulher teve tesão em ver seu homem comendo e gozando com outra gata? Há algum mal ou pecado em querer dar esse “prazer supremo” ao seu gato? Pois eu tenho e quero ser cuckquean! Fico com a bucetinha molhada só de pensar no prazer que posso proporcionar a ele sendo uma cuckquean. Vê-lo trepando gostoso com outra. Ver e, claro, se puder, participar! Adoraria receber uma ligação dele no meio tarde me avisando que vai se atrasar para nosso compromisso porque está levando uma gatinha ao motel. Melhor ainda se ele chegasse com ela (a namorada) em casa, me beijasse e me avisasse que ia meter com ela em nossa cama… Pedisse que eu preparasse algo para eles comerem quando terminassem de foder! Essa é a minha fantasia e não tenho limites. Existem mulheres que […]

Veja mais
5 de janeiro de 2018

GATA, VOCÊ É UMA CUCKQUEAN?

Ser cuckquean é simplesmente gostar de ver/saber que seu companheiro se relaciona com outras mulheres. A primeira coisa que a mulher cuckquean precisa desconstruir é a carga negativa dos julgamentos e das palavras proferidas pela sociedade ignorante, principalmente sobre de ser “corna”. Enquanto você continuar acatando o que os outros dizem sobre seu comportamento, e como o seu relacionamento deve ser, você nunca será feliz. Lembre-se: você não deve satisfação a ninguém sobre suas preferências e sua vida sexual. Se você se excita ao pensar no seu macho comendo outra, chupando ou sendo chupado, ou tem a fantasia ver ele com outra mulher, o primeiro passo para se aceitar e ser feliz sexualmente é admitir ser uma cuckquean. O grande problema, na verdade, consiste na grande parte dos homens (não todos!) serem grandes babacas e machistas quando o assunto é sexo, e, portanto seu maior desafio será conversar com ele sobre o assunto e fazer valer, antes de tudo, um acordo que exija respeito. Passada a fase de contestação e […]

Veja mais
3 de janeiro de 2018

COMECEI 2018 ASSISTINDO MEU MARIDO “INAUGURAR” O CUZINHO DA MINHA AMIGA

O ano de 2018 começou quente! Principalmente para mim que sou uma cuckquean e boa esposa! Um casal de amigos – Claudemir e Bianca – nos convidou para passarmos o réveillon na casa de praia. Fomos nós e outro casal – Lu e o Valdir… Somos três otimas amigas e confidentes faz um bom tempo. Chegamos a Maresias na madrugada da sábado, exaustos e fomos dormir. No sábado levantamos tarde, tomamos café e, apesar do tempo nublado, fomos à praia. Bebemos muito, principalmente o Claudemir, marido da Bianca, que, apesar de espirituoso, não tem limites. Beija e agarra minha amiga o tempo todo, passa a mão na bunda dela na frente de todos e o pior, expõe a esposa e provoca: – Então Valdir, não gostaria de ter uma mulher como a Bianca? Ele meio “sem graça” respondeu: – Claro a Bianca é muito bonita, mas tem marido! A sorte é que a Lu, esposa do Valdir, tinha ido caminhar na praia senão teríamos problemas rsrs! Ela é muito ciumenta! […]

Veja mais
13 de dezembro de 2017

A PRIMEIRA BUCETINHA AGENTE NUNCA ESQUECE – PARTE 2

Passado algum tempo eles continuavam amantes, mas como Ricardo não conseguia convencer Carla ser “nossa”, o jeito foi eu entrar em cena e dar um empurrãozinho!! Num desses “happy hours” Carla bebeu além da conta. Ricardo se ofereceu para levá-la para casa. – Imagina Ricardo não quero incomodar vocês. Pego um taxi… Prontamente respondi: – Carla aproveite a carona, não há problema, eu vim com meu carro. – De jeito algum, não quero atrapalhar vocês. Enquanto esperávamos os nossos carros Ricardo puxou Carla pela cintura e “tascou” um beijo na boca dela ali na minha frente! Carla que estava “molinha e facinha” não interrompeu o beijo. Quando terminaram ela me olhou assustada e disse: – Carol não sei o que dizer… Desculpa! Exagerei na bebida! – Tudo bem Carla… Vem comigo, eu te levo para casa. Precisamos conversar. No caminho resolvi abrir o jogo: – Carla, meu marido te adora, fala muito sobre você…Na verdade o que ele sente é muito tesão por você… Eu como boa esposa, não posso […]

Veja mais
10 de dezembro de 2017

A PRIMEIRA BUCETINHA AGENTE NUNCA ESQUECE – PARTE 1

Sou casada, vida tranquila, família margarina “papai, mamãe, filhinho, bichinhos…” Sexo bom, mas com vontade de apimentar a relação. Eu como boa cuckquean resolvi realizar uma fantasia que tenho faz tempo: Ver meu marido Ricardo comendo outra mulher. Na verdade um tesão em dobro: Meu e dele! Tempos atrás meu marido comentou sobre uma mulher que trabalhava com ele, que às vezes “dava mole” e se eu daria o meu consentimento para ele “investir”, sair com ela e quem sabe, comermos a delicinha. Ricardo aos poucos foi alimentando minha fantasia descrevendo os atributos da moça. Carla uma loira, cabelos longos e lisos, olhos verdes, 32 aninhos, 1,65 de altura, coxas grossas, pernas torneadas, bunda linda, seios médios durinhos… Além disso, era discreta e educada. O nosso “sonho de consumo” era perfeito. A parte mais complicada da nossa fantasia: Como convencer a gata loira virar namoradinha do Ricardo e Eu, Carol, participar da brincadeira. Como tenho ótima relação com os colegas dele comecei a frequentar os happy hours da empresa. O […]

Veja mais