balada liberal

10 de janeiro de 2018

AMO MEU MARIDO JAPONÊS – PAU PEQUENO E CORNINHO MANSO

Sou sansei, descendente de japoneses, 40 aninhos, seios médios, bumbum bonitinho, coxas não muito grossas, obediente, submissa, uma verdadeira gueixa. Sou casada com um japonês legítimo, maduro, 60 anos, liberal, obediente, corno mansinho compreensivo e incentivador. Somos do interior de São Paulo. Ele trabalha na capital e aos finais de semana ficamos juntos e nos divertimos muito na noite paulistana. Toda vez que vou a Sampa ele me presenteia com roupinhas ousadas, decotadas, minissaias curtinhas, shortinhos apertados que marcam bem a buceta. Adora que eu vista e passeie pela cidade com elas. Ele sabe que gosto muito dele, mas que não supre minhas necessidades sexuais. Não é como eu gosto. É preciso muito mais para aplacar meu fogo. O maior motivo é o pau dele que é pequeno e não me satisfaz. Fica “sambando”, folgado lá dentro e não sinto nada. Ele sabe entende e colabora – Ele me deixa cornea-lo. Em matéria de sexo é muito criativo e como falei liberal – tem tesão que eu seja hotwife, me […]

Veja mais
15 de outubro de 2017

BALADA LIBERAL – TUDO É PERMITIDO NADA É OBRIGATÓRIO

Um ex-líder religioso mórmon entusiasta do então revolucionário conceito dos hipermercados – Paulo Machado; a filha jovem, bonita e bem-criada de um professor da USP- Luciana Godoi; e seu tio torto, proprietário de linhas telefônicas vitimado pela privatização – Gabriel Gonzalez Fuentez montaram um negócio igualmente improvável: Uma bem-sucedida casa de swing para quem não faz exatamente swing, localizada na Rua Augusta, em São Paulo, e chamada Nefertitti. Com o “t” dobrado porque a numeróloga do tio torto mandou e o religioso mórmon preferiu não objetar. A Nefertitti é como se fosse o famoso Love Story paulistano de uma década atrás, quando playboys e prostitutas – já despidas de suas pessoas jurídicas – celebravam a libido, a putaria e o uísque paraguaio na “casa de todas as casas”. A diferença de que na Nefertitti supostamente não há prostitutas – a não ser aquelas apenas vocacionadas para a mesozoica profissão. “O que se desbunda dentro da Nefertitti é uma enormidade -.” A Nefertitti tem 10 anos. Passou por três endereços – […]

Veja mais