10 de fevereiro de 2018

MULHER PROCURA RELACIONAMENTO CUCKOLD

Me chamo Anne, tenho 34 anos, morena, carinhosa e muito fogosa. Tenho uma situação financeira estável e bom nível cultural. Procuro um homem maduro (50 anos ate 70 anos), estabilizado economicamente que queira ser meu cuckold. Como compensação, farei dele um corninho muito feliz e realizarei todas as suas fantasias, principalmente a possibilidade de ver sua amada fodendo com os amantes. Nunca tive essa experiência, o “mundo cuckold” ainda não faz parte da minha vida sexual, mas sempre tive muita vontade. Desejo e quero muito! Não vou resistente a isso, pois é algo incontrolável e perturbador que parece ter nascido comigo, por isso resolvi viver essa vida de hotwife. Por esse motivo, estou aqui a procura de um “marido corno” que compartilhará comigo o amor e o tesão. Eu como esposa o amarei e transarei com vários parceiros. Ou seja, uma dama para sociedade e uma puta na cama. Lembrando que, sexo é diferente de amor. Entendo que o verdadeiro cuckold, tratará a sua hotwife como uma dama, agradará, mimará, […]

Veja mais
7 de fevereiro de 2018

MENINAS: VOCÊS COSPEM OU ENGOLEM?

Existe todo um fetiche envolvendo o sexo oral masculino. No quesito “boquete” muitos homens apreciam algumas “coisinhas” que as mulheres podem ou não gostar. A principal delas é o que fazer com a porra do parceiro. Cuspir ou engolir? Se você deixou seu parceiro gozar na sua boca, já é um bom sinal, mas dependendo do que você fizer depois pode cortar o clima e o tesão dele e comprometer o “granfinale”. Você cospe ou engole? O Seximaginarium Fez uma enquete sobre o tema no Facebook e, para nossa satisfação, 80% das mulheres curtem chupar e engolir – “Eu engulo faz bem pra pele.” “Se for pra cuspir nem precisava colocar na boca então. Engulo até a última gota.” “Não tenho frescuras e nem nojinho eu engulo até a última gota.” Só 20% não curtem engolir “Eu cuspo tem gosto de água sanitária kkkkkkk” “Cuspo na cara dele Se Ele jogar essa porra em mim!”. Alerta meninas!: Nunca faça cara de nojo ao sentir a porra do gato na boca […]

Veja mais
28 de janeiro de 2018

REALIZEI MINHA FANTASIA: “PEGUEI” MINHA AMIGA!

Há algum tempo, numa festinha de despedida de solteira, rolou a brincadeira do jogo da verdade… Todas bêbadas, uma das meninas deixou claro que adoraria “me pegar”! No início fiquei assustada, mas, despertou em mim a curiosidade de ficar com uma mulher. Depois disso, mantive contato com minha amiga e resolvemos “apresentar e colar” as bucetas. Fizemos nossa primeira farrinha na casa dela. Aproveitamos que o marido estava viajando e… Foi simplesmente maravilhoso! Ficamos outras vezes juntas, com os maridos assistindo, mas sem troca de casais. Primeiro a “festinha” era entre nós duas e depois com eles participando. Minha amiga mudou-se de São Paulo. Continuei casada, mas sempre querendo transar com outra mulher. Convenci meu marido a frequentarmos uma casa de swing… Amei! É uma putaria do caralho! Mas o que procurava ali era encontrar uma gata pra matar a minha vontade de ser chupada novamente. Entrei no grupo de watsapp do clube, coloquei uma foto da minha bunda com uma calcinha minúscula… Isso foi suficiente pra muitos elogios e […]

Veja mais
18 de janeiro de 2018

FOTOS DE GIULIANA FARFALLA: A PRIMEIRA TRANS CAPA DA PLAYBOY ALEMÃ

Pela primeira vez a edição alemã da revista Playboy publicou uma modelo transgênero em sua capa. A escolhida é Giuliana Farfalla, 21, que ficou famosa no país por ter participado, em 2017, do programa de televisão “Germany Next Top Model”. O editor-chefe da revista Florian Boitin, estava pensando nela para a primeira capa de 2018: Desta forma, a revista irá levar adiante a vontade de Hugh Hefner (fundador da Revista) – “definitivamente oposta a todas as formas de exclusão e intolerância”. Giuliana é uma pessoa muito especial e, ao mesmo tempo, “exemplo maravilhoso de quão importante é a luta pelo direito à autodeterminação”. Nascida em 1996, Farfalla foi batizada com o nome de Pascal Radermacher. Depois de, segundo suas próprias palavras, ter se sentido “no corpo errado” desde criança, Farfalla tomou, aos 16 anos, a decisão de se transformar numa mulher por meio de cirurgia de redesignação sexual. Mas Giuliana não foi à primeira… Em novembro do ano passado, a edição americana da Playboy também deu destaque a uma modelo […]

Veja mais
7 de janeiro de 2018

VAMOS ABRIR A RODA, ENLARGUECER, POR FAVOR, ABRE A RODINHA.

Ano passado (2017) fizemos aqui no SeximaginariuM a enquete “Mulheres dar o cuzinho ou não”. Os resultados mostraram que as mulheres adeririam ao ato! E ai meninas sexo anal sim ou não: 41% já fizeram. 35% fazem sempre e adoram. Para 8% das mulheres “talvez quem sabe um dia”. 7% Fazem para agradar seus homens. 5% Fizeram e não gostaram. 5% Não farão de jeito nenhum. Dei o cuzinho a primeira vez para: Marido: 32% Namorado: 22% Pau amigo: 16% Amante: 16% Ficante: 13% Noivo: 2% Algumas leitoras deixaram suas opiniões: “Homem depois que prova um cuzinho, jamais vai deixar de querer… E mulher que tem a sorte de ter um homem que come um cuzinho direitinho, ah meu nego não deixa de dar nunca mais. Mas isso é igual a sexo oral, ou seja, é uma arte saber fazer.” “Humm cuzinho é tudo de bom na hora certa e com o cara que sabe das coisas. Eu adoro sexo anal… Claro tem que ser feito em concordância, já tive […]

Veja mais
5 de janeiro de 2018

GATA, VOCÊ É UMA CUCKQUEAN?

Ser cuckquean é simplesmente gostar de ver/saber que seu companheiro se relaciona com outras mulheres. A primeira coisa que a mulher cuckquean precisa desconstruir é a carga negativa dos julgamentos e das palavras proferidas pela sociedade ignorante, principalmente sobre de ser “corna”. Enquanto você continuar acatando o que os outros dizem sobre seu comportamento, e como o seu relacionamento deve ser, você nunca será feliz. Lembre-se: você não deve satisfação a ninguém sobre suas preferências e sua vida sexual. Se você se excita ao pensar no seu macho comendo outra, chupando ou sendo chupado, ou tem a fantasia ver ele com outra mulher, o primeiro passo para se aceitar e ser feliz sexualmente é admitir ser uma cuckquean. O grande problema, na verdade, consiste na grande parte dos homens (não todos!) serem grandes babacas e machistas quando o assunto é sexo, e, portanto seu maior desafio será conversar com ele sobre o assunto e fazer valer, antes de tudo, um acordo que exija respeito. Passada a fase de contestação e […]

Veja mais