5 de dezembro de 2018

E-MAIL QUE RECEBI DA ESPOSA DE UM CORNO.

Digo ao meu marido que gosto de homem de pau grande, safado e mandão. De ser fodida de verdade e até maltratada. Gosto de dar a buceta e o cuzinho para pau grande e grosso. Ficar ardida e dolorida de tanto foder. Chupar um pau que não cabe nem metade na boca. Da porra dos meus machos na cara, na boca, na buceta e no cu. Sussurro baixinho no ouvido dele que um negão forte e viril me come gostoso, me bate, me humilha mijando em mim. Aí eu pergunto o que ele sente quando o garanhão me pega de jeito, me põe de quatro, puxa meus cabelos, mete forte a piroca enorme na minha buceta e no meu cu, dá uns tapas bem dados na cara para botar a putinha dele em seu devido lugar e me obrigar a engolir toda a porra que ele tinha espirrado na minha boca? O pintinho dele logo fica durinho e baba gotinhas do fluido viscoso e transparente. As bolinhas dele ficam quentes, […]

Veja mais
2 de dezembro de 2018

ESPOSA METE COM DESCONHECIDO NO DRIVE_IN E MARIDO ASSISTI A TUDO

Sou uma mulher de 42 anos, tenho 1,70 de altura, bunda média, peitos grandes, chamo a atenção dos homens por onde passo. Meu marido, dois anos mais velho do que eu, é muito criativo quando se trata de fetiches sexuais. Recentemente sugeriu que fossemos a um local público, eu com uma roupa bem curta e decotada para flertar com quem me atraísse, e se rolasse eu transaria com ele. Mas tudo como uma condição: Que ele assistisse a tudo! A ideia me deixou muito excitada! Fiquei um pouco receosa e com medo de sair com alguém que não conheço. Para pôr o plano em prática, iriamos a um bar movimentado, um lugar em que as pessoas que conhecemos não costumam frequentar e ficaríamos em mesas separadas. Precisava ter coragem de paquerar alguém “na cara dura” com meu marido assistindo a tudo! Hora de executar! Fomos para o barzinho. Eu como combinado de minissaia e decotão. Ele sentou em uma mesa e eu em outra ao lado de três caras. Percebi […]

Veja mais
28 de novembro de 2018

MORENO SUBMISSO CUCKOLD PROCURA MULHER

Moro em Campinas-SP, sou voyeur, pardo, 40 anos, atraente, alto, pouco acima do peso, olhos e cabelos castanhos escuros, dote pequeno. Aprecio a cumplicidade e, por isso, busco parceira realmente liberal e exibicionista para relacionamento preferencialmente com mulher adepta ao cuckold e creampie, que curta transar na minha frente com outros homens, mulheres e casais. Uma mulher que seja safada e não tenha vergonha de vivenciar e assumir o seu lado devasso. Que goste de se vestir de forma ousada, de sair com roupas bem escandalosas, sensuais e extravagantes. Calças coladinhas que marcam a buceta tipo pata de camelo e a calcinha tanguinha, camisetas transparentes ou meia taça, decotes que deixem os peitos à mostra, que em casa ou na rua curta usar shortinhos ou minissaias curtíssimas, deixando quase à mostra a calcinha. Nas piscinas dos clubes ou hotéis e na praia, mostre para todos a suas curvas em micro biquínis tipo fio dental. Enfim, que seja de fato uma exibicionista nata pois terá todo meu apoio e incentivo nessa […]

Veja mais
22 de novembro de 2018

ME DESCOBRI CORNO DENTRO DA MINHA CASA

Somos um casal de Florianópolis – SC. Minha esposa Ana é loira, olhos verdes, 1.71 de altura, 52 kg, uma linda gaúcha. Eu sou moreno 1.80 de altura 90 kg. Ela sempre foi uma mulher muito bonita, gostosa e adora sexo. Ela que me procura para transarmos, me provoca, mas quase sempre dou desculpas, que estou cansado ou dou uma trepada mal dada. Assim é o nosso casamento. Para apimentar um pouco começamos a frequentar casas de Swing. Ana às vezes me dizia: – Se você não me comer outro vai comer! Eu pensava: “Ela não terá coragem de me trair”. No início do ano recebi ligação do André, um amigo que mora em Campo Grande – MS. Perguntou se podia passar alguns dias em nossa casa. Disse a ele que sim, que não teria problema, só alertei que o apartamento era pequeno e não teria como dar muito conforto e atenção a ele. Nesse período do ano trabalho muito. Ele disse que não teria problema que se “viraria” sozinho. […]

Veja mais
17 de novembro de 2018

CASAL CONTA COMO O EXIBICIONISMO APIMENTOU O RELACIONAMENTO

Como a maioria dos casais, após 15 anos de relacionamento o tesão diminui e o sexo fica monótono. Em uma noite de sexta-feira convidei minha esposa para beber e dançar em algum lugar. Foi especial simplesmente por termos saído da rotina. Bebemos, dançamos e fomos para um motel. A simples mudança de comportamento nos estimulou e foi uma das melhores noites de sexo que tivemos. Como o que move o sexo são as fantasias, resolvemos sair todos os finais de semana e cada vez ficávamos mais ousados. Em um sábado, disse para minha esposa: – Gostaria muito de vê-la sair sem calcinha e irmos a um lugar público. Ela aceitou minha proposta colocando uma saia um pouco acima dos joelhos e o melhor, dispensou a calcinha. Chegando no bar, sentamos em uma mesa e tomamos algumas bebidas e começamos a nos beijar. A situação nos deixou muito excitados. A sensação de estarmos rodeados de pessoas e saber que minha esposa estava sem nada por baixo, sem calcinha, me deixava louco […]

Veja mais
14 de novembro de 2018

TRAI MEU MARIDO: VOLTEI PARA CASA COM MEU CUZINHO ARROMBADO

Meu nome é Margareth, tenho 45 anos, sou casada dois filhos. Gosto de aventuras extraconjugais (meu marido nem desconfia), mas nos últimos meses, apesar do tesão e da adrenalina que um casinho dá, estava tranquila sem me envolver com outro homem. No feriado um casal de amigos nos convidou para passarmos final de semana na casa deles na praia. Meu marido, médico, não pode ir pois no fim de semana ficaria de plantão, mas fez questão que eu fosse. Chegamos na praia no final da manhã. Na casa ao lado tinham alguns rapazes tomando cervejas, ouvindo músicas, à beira da piscina. Coloquei meu biquíni e fui tomar sol. Quando fui me refrescar na ducha ouvi alguém comentar: – Cara olha que coroa gostosa! O outro respondeu: – Nossa! Olha a bunda dessa mulher. Olhei para eles, dois lindos garotos, de sunga… Fingi que não era comigo. Quando perceberam que eu podia ter ouvido, se calaram. Fechei o chuveiro e fui almoçar. A noite não conseguia parar de pensar na sunga […]

Veja mais
11 de novembro de 2018

MEU PRIMEIRO GANG BANG – CINCO MACHOS E UM CASAL

Após procurar anúncio de swing, troca de casais, encontrei um que me chamou a atenção: “Somos casados, ambos 45 anos, procuramos cinco homens para juntos praticarmos “gangbang”. Higiene, sigilo e bom dote são obrigatórios. Contataremos todos os candidatos até decidirmos que serão os escolhidos”. Resolvi mandar e-mail com fotos principalmente do “dote”. Passado uma semana recebi resposta do casal Paulo e Meire. No e-mail diziam que tinham gostado muito das fotos, pois a esposa adorava homens maduros e que meu perfil se encaixava na fantasia deles: Transar com vários homens. No final do e-mail explicam que os participantes poderão fazer o que quiserem com a esposa, até gozar dentro dela sem camisinha. A única exigência é fazer exame de sangue HIV uma semana antes da festinha. Topei! Passado alguns dias recebi novas instruções a data do “gangbang” e a localização de uma chácara próxima de São Paulo, dizia também que haveria outros homens, todos de ótimo nível e perguntavam se eu tinha alguma objeção com fotos e gravações sem rosto. […]

Veja mais
8 de novembro de 2018

CASTIGOS PARA UM MARIDO coRno

Meu marido é coRno há muito tempo e adora saber (e até mesmo me ver) de minhas aventuras com meus Amantes. Ele sempre serve a mim e aos meus Amantes como empregada em nossos encontros, trazendo bebidas, petiscos logo depois de minhas tardes de sexo. Por vezes, ordeno que ele vá lavar o carro de meu Comedor enquanto estamos metendo. Por outras o amarro bem de frente para o nosso leito e o faço assistir tudinho… Ah, ele fica todo babado em seu cinto de castidade! Quando estou inspirada, ofereço o coRno para meu Amante para que o prepare para mim. Recentemente descobri outra maneira de frustrar o coRno que amo, meu marido. Como se a negação do sexo e do orgasmo pelo uso permanente do cinto de castidade não fosse suficiente, decidi agora adotar a arte da “Negação de Bota”. Deixe-me explicar. Meu coRno é um fanático por botas. No momento em que ele vê mulheres calcando uma (especialmente eu, em nossa própria casa) ele fica de pau duro. […]

Veja mais