6 de dezembro de 2017

PUNHETA

Ela olhava fixamente para o meu pau. Seus olhos brilhavam. Eu batia uma punheta, pau duro mostrando a cabeça rosada. Ela sorria de desejo e vontade. Chegava bem perto e eu enfiava a rola na boca dela. Fodia sua boca com meu pau. Enfiava com vontade segurando pela base batendo com ele na sua cara seu. Ela gemia de tesão. Ela chupava meu saco querendo enfia-lo todo na boca.  Ajoelhou na minha frente enquanto eu batia uma punheta bem perto do seu rosto. O tesão só aumentava. A vontade de gozar na sua cara dela também. Seus olhos imploravam. Sua boca salivava. Coloquei o pau novamente entre seus lábios. Ela babou deixando escorrer a saliva. Chupada molhada e macia do jeito que sempre sonhei. Meu corpo se arrepiaria. Tiro o pau da sua boca e surro mais um pouco no seu rosto. Gozei. Porra para todo lado. Ela engoliu meu pau inteiro, não querendo desperdiçar e ao mesmo tempo querendo sentir-se lambuzada pela porra. Alisei seu rosto lambuzado, limpei com […]

Veja mais
4 de dezembro de 2017

KUNYAZA – A MELHOR SIRIRICA DO MUNDO!

Uma técnica Africana de masturbação feminina desenvolvida em Ruanda, Congo, Uganda e Tanzânia promove os mais poderosos orgasmos femininos – A kunyaza. Originária dos povos Rundi da Ruanda, kunyaza tem dois significados distintos. O primeiro é fazer xixi e o segundo é a ejaculação feminina decorrente da prática. Na kunyaza, a mulher costuma expelir uma grande quantidade de líquidos vaginais, motivo pelo qual o termo deu sinônimo a “sexo molhado”. (assista ao vídeo erótico do casal praticando) A técnica é considerada uma prática tradicional da Ruanda. Numa pesquisa realizada na África Central, mulheres acima de 70 anos confirmaram que seus avós já usavam a técnica, o que significa que a prática da kunyaza tem no mínimo 150 anos. Existe o folclore local sobre a origem da técnica. Reza a lenda que uma rainha escolheu um guarda real para “meter” com ela. O cara ficou muito nervoso e broxou. Para não deixá-la na mão ele improvisou uma forma para dar prazer a majestade: Esfregou a cabeça do pau nos grandes e […]

Veja mais
29 de novembro de 2017

VOCÊ TROCARIA UMA MULHER POR UMA LOVE DOLL?

Substituir uma mulher de verdade por uma boneca de silicone, quase uma Barbie em tamanho real, há quem ache esse fetiche bizarro e você? Pois saiba que no Japão e nos Estados Unidos as “love dolls” estão conquistando fãs e substituindo as velhas e sem graça bonecas infláveis. Essas bonecas perfeitas são a encarnação moderna das velhas bonecas infláveis. No Japão, o negócio cresceu tanto que até uma revista especializada no tema circula pelo país. Numa dessas publicações, uma reportagem diz que além das vendas crescentes das “love dolls”, inovações incluem aluguel de quartos e serviços de ‘acompanhantes’, para aqueles que querem transar com as bonecas. Nos Estados Unidos, a empresa Real Doll vende as bonecas de silicone por cerca de US$ 6.500. A textura e as formas do corpo das bonecas são desenvolvidas para dar a sensação mais realista possível. No site da empresa o “consumidor” é alertado que durante o ato sexual com a boneca, um vácuo é formado dentro dela proporcionando uma deliciosa sucção. Esse efeito é […]

Veja mais
23 de novembro de 2017

VIDENTE GANHA MUITA GRANA “LENDO” A BUNDA

Não odeie tanto suas celulites e suas estrias. Elas podem ser úteis de alguma forma. Pelo menos para que você saiba o seu futuro. Trata-se da rumpologia (de “rump”, nádegas em inglês), a “ciência” que permite ler o futuro analisando a bunda. Rumpólogas, naturalmente, são raras. No Reino Unido, a única se chama Sandra Amos. Recentemente, Antía Castedo, repórter da revista “Soho”, exibiu a bunda para a “vidente”. Sandra tem acesso ao futuro das pessoas por meio de três “guias” espirituais: um índio de Dakota do Norte (EUA), um médico e uma monja. “Todos nós temos o futuro escrito nas nádegas”, afirmou Sandra, que chama o traseiro de “enciclopédia” das nossas vidas. Ela tem 58 anos e há 18 lê bundas. Tudo começou com uma brincadeira em uma festa. Sandra foi desafiada por um amigo a ler as nádegas dele. A “vidente” topou. A previsão deu certo e Sandra decidiu incorporar a rumpologia ao seu dia a dia profissional. A nádega esquerda mostra o passado, diz Sandra. A direita apresenta […]

Veja mais
6 de novembro de 2017

MULHERES PELUDAS FOTOGRAFADAS POR NIKKI SILVER

A fotógrafa Nikki Silver, em parceria com a educadora sexual Tina Horn, decidiu fazer um livro de fotografias, intitulado “Unshaven” (“sem depilação”), que celebra os corpos de mulheres que optaram por não tirar os pelos do corpo. Nikki Silver, uma premiada produtora de pornô, diz que já fotografou 40 mil mulheres peludas para seu site pornográfico NaughtyNatural (“natural impróprio”) quando decidiu publicar o livro Unshaven, que traz imagens feministas de modelos amadoras mostrando seus pelos corporais. Em entrevista ao ‘Huffington Post’, Silver disse que não está interessada em dizer a qualquer pessoa o que fazer com seu corpo. “No entanto, estou bem interessada na liberdade pessoal e na anatomia corporal, especialmente para mulheres e na apresentação feminina, que a sociedade frequentemente tenta controlar”, afirmou.

Veja mais
30 de outubro de 2017

“COISAS ERÓTICAS” – O 1º FILME PORNÔ BRASILEIRO

Em julho de 1982, estreava no Windsor, cinema tradicional do centro da cidade de São Paulo “COISAS ERÓTICAS”, o primeiro filme pornô brasileiro. Com um público de 4,7 milhões (17º lugar na lista das maiores bilheterias do cinema brasileiro de todos os tempos), o filme mudou a trajetória do cinema nacional. Atualmente o acesso ao material pornográfico produzido pelo mundo é fácil – internet, canais a cabo, DVD, BLU RAY – mas na época do lançamento de “COISAS ERÓTICAS”, ainda sob a censura do regime militar, era difícil conseguir e assistir um filme XXX. O VHS era raro no Brasil e o jeito era assistir dividir um pornô com amigos no “bom e velho” Super-8. Uma verdadeira punheta coletiva! Após o sucesso do 1º FILME PORNÔ_BR o público cinéfilo-punheteiro não queria mais ver apenas seios, nádegas e simulação de sexo com o pau mole. Para fazer sucesso nas bilheterias, era necessário mostrar explicitamente o “algo mais”! Em meados da década de 1980 a indústria paulistana da pornochanchada foi consumida pela […]

Veja mais
27 de outubro de 2017

DEI MUITO GOSTOSO PARA O MEU MÉDICO

Tenho muito tesão pelo meu Médico. Ele não é ginecologista. Uma pena adoraria as mãos dele na minha buceta! Quando vou ao consultório dele sempre marco um horário no final do dia. Além de mais tranquilo rsrs, podemos conversar mais… Ultima vez que fui lá esperei para ser atendida até o começo da noite. Tinha comprado lingerie novo, bem pequeno, provocante para ver se despertava algum tesão nele. Quanto ele abriu a porta para atender a penúltima cliente, nossos olhares se cruzaram e percebi que pararam nas minhas coxas (estava com vestido curto que mostrava quase tudo). Foi o bastante para dar asas à minha imaginação. Imaginei o Doutor me agarrando ali mesmo na sala de espera do consultório, sob os olhares de todos. Despindo-me vagarosamente, saboreando cada pedaço do meu corpo, deslizando a boca e chupando meus peitos e minha buceta! Muito molhada, escorrendo, fui ao banheiro tentar me recompor da excitação que minha imaginação havia causado. Entrei rapidamente e me masturbei em uma tentativa louca de saciar minha […]

Veja mais
23 de outubro de 2017

PRÁTICA DO SEXO ANAL ENTRE AS MENINAS…

Muito praticado entre elas, mas pouco comentado. Apesar disso, muitas lésbicas fazem ou sentem curiosidade em fazer. Sexo anal entre lésbicas ainda é um tabu. Talvez por ser mais íntimo que a penetração vaginal, ou ainda por carregar certo tom de “submissão”, herdado do sexo anal heterossexual. A prática de sexo anal entre garotas, apesar disto tudo, é bastante comum. Atrevo-me a dizer, até, que é mais fácil uma mulher permitir ter o cuzinho penetrado pelos dedos da parceira do que pelo pinto de um homem, pois o desconforto que pode acontecer durante o início da penetração é bem menor. O começo… Quando as meninas resolvem praticar sexo anal, é fundamental que estejam bem confortáveis e com muito tesão. O cuzinho não é tão elástico quanto à bucetinha e pode sofrer algumas fissuras quando a penetração não é realizada com cuidado. Lubrificação é essencial, seja com muita saliva ou com lubrificantes. Uma alternativa para aumentar a excitação, ajudar a relaxar e lubrificar ao mesmo tempo é, na hora do sexo […]

Veja mais