Arte Erótica

3 de janeiro de 2018

COMECEI 2018 ASSISTINDO MEU MARIDO “INAUGURAR” O CUZINHO DA MINHA AMIGA

O ano de 2018 começou quente! Principalmente para mim que sou uma cuckquean e boa esposa! Um casal de amigos – Claudemir e Bianca – nos convidou para passarmos o réveillon na casa de praia. Fomos nós e outro casal – Lu e o Valdir… Somos três otimas amigas e confidentes faz um bom tempo. Chegamos a Maresias na madrugada da sábado, exaustos e fomos dormir. No sábado levantamos tarde, tomamos café e, apesar do tempo nublado, fomos à praia. Bebemos muito, principalmente o Claudemir, marido da Bianca, que, apesar de espirituoso, não tem limites. Beija e agarra minha amiga o tempo todo, passa a mão na bunda dela na frente de todos e o pior, expõe a esposa e provoca: – Então Valdir, não gostaria de ter uma mulher como a Bianca? Ele meio “sem graça” respondeu: – Claro a Bianca é muito bonita, mas tem marido! A sorte é que a Lu, esposa do Valdir, tinha ido caminhar na praia senão teríamos problemas rsrs! Ela é muito ciumenta! […]

Veja mais
27 de dezembro de 2017

CASAMENTO ESTAVA MORNO – ARRUMEI UM AMANTE QUE METE GOSTOSO!

Amor, hoje vou almoçar no shopping com minha amiga Cris e depois vamos ao cinema. Quem é Cris? Você não conhece, trabalha comigo lá na empresa… Ah tá! Bom almoço e bom cinema. Após muitos anos de casamento morno, quase frio, resolvi dar um “up” e sair com o cara que dava encima de mim na empresa! Já demos uns amassos dentro do carro… Mas, nunca transamos. Me vesti bem gostosa para encontra-lo. Infelizmente não dava para ficar muito perfumada, pois a esposa dele podia desconfiar (ele é casado), porém um banho com um bom sabonete e um conjunto de lingerie sensual, bastava para me sentir linda e gostosa (estou um pouco gordinha, mas gostosa). Nos encontramos no motel. Claudio me segurou pela cintura e me beijou demoradamente na boca. Deitamos na cama, ele ainda de roupa. Minha mão passeando pelo seu corpo até encontrar aquele pau duro delicioso. Montei nele e comecei a me esfregar delicadamente contra o volume em sua calça. Ambos sorrindo enquanto brincávamos feito dois adolescentes. […]

Veja mais
6 de dezembro de 2017

PUNHETA

Ela olhava fixamente para o meu pau. Seus olhos brilhavam. Eu batia uma punheta, pau duro mostrando a cabeça rosada. Ela sorria de desejo e vontade. Chegava bem perto e eu enfiava a rola na boca dela. Fodia sua boca com meu pau. Enfiava com vontade segurando pela base batendo com ele na sua cara seu. Ela gemia de tesão. Ela chupava meu saco querendo enfia-lo todo na boca.  Ajoelhou na minha frente enquanto eu batia uma punheta bem perto do seu rosto. O tesão só aumentava. A vontade de gozar na sua cara dela também. Seus olhos imploravam. Sua boca salivava. Coloquei o pau novamente entre seus lábios. Ela babou deixando escorrer a saliva. Chupada molhada e macia do jeito que sempre sonhei. Meu corpo se arrepiaria. Tiro o pau da sua boca e surro mais um pouco no seu rosto. Gozei. Porra para todo lado. Ela engoliu meu pau inteiro, não querendo desperdiçar e ao mesmo tempo querendo sentir-se lambuzada pela porra. Alisei seu rosto lambuzado, limpei com […]

Veja mais
4 de dezembro de 2017

KUNYAZA – A MELHOR SIRIRICA DO MUNDO!

Uma técnica Africana de masturbação feminina desenvolvida em Ruanda, Congo, Uganda e Tanzânia promove os mais poderosos orgasmos femininos – A kunyaza. Originária dos povos Rundi da Ruanda, kunyaza tem dois significados distintos. O primeiro é fazer xixi e o segundo é a ejaculação feminina decorrente da prática. Na kunyaza, a mulher costuma expelir uma grande quantidade de líquidos vaginais, motivo pelo qual o termo deu sinônimo a “sexo molhado”. (assista ao vídeo erótico do casal praticando) A técnica é considerada uma prática tradicional da Ruanda. Numa pesquisa realizada na África Central, mulheres acima de 70 anos confirmaram que seus avós já usavam a técnica, o que significa que a prática da kunyaza tem no mínimo 150 anos. Existe o folclore local sobre a origem da técnica. Reza a lenda que uma rainha escolheu um guarda real para “meter” com ela. O cara ficou muito nervoso e broxou. Para não deixá-la na mão ele improvisou uma forma para dar prazer a majestade: Esfregou a cabeça do pau nos grandes e […]

Veja mais
6 de novembro de 2017

MULHERES PELUDAS FOTOGRAFADAS POR NIKKI SILVER

A fotógrafa Nikki Silver, em parceria com a educadora sexual Tina Horn, decidiu fazer um livro de fotografias, intitulado “Unshaven” (“sem depilação”), que celebra os corpos de mulheres que optaram por não tirar os pelos do corpo. Nikki Silver, uma premiada produtora de pornô, diz que já fotografou 40 mil mulheres peludas para seu site pornográfico NaughtyNatural (“natural impróprio”) quando decidiu publicar o livro Unshaven, que traz imagens feministas de modelos amadoras mostrando seus pelos corporais. Em entrevista ao ‘Huffington Post’, Silver disse que não está interessada em dizer a qualquer pessoa o que fazer com seu corpo. “No entanto, estou bem interessada na liberdade pessoal e na anatomia corporal, especialmente para mulheres e na apresentação feminina, que a sociedade frequentemente tenta controlar”, afirmou.

Veja mais
30 de outubro de 2017

“COISAS ERÓTICAS” – O 1º FILME PORNÔ BRASILEIRO

Em julho de 1982, estreava no Windsor, cinema tradicional do centro da cidade de São Paulo “COISAS ERÓTICAS”, o primeiro filme pornô brasileiro. Com um público de 4,7 milhões (17º lugar na lista das maiores bilheterias do cinema brasileiro de todos os tempos), o filme mudou a trajetória do cinema nacional. Atualmente o acesso ao material pornográfico produzido pelo mundo é fácil – internet, canais a cabo, DVD, BLU RAY – mas na época do lançamento de “COISAS ERÓTICAS”, ainda sob a censura do regime militar, era difícil conseguir e assistir um filme XXX. O VHS era raro no Brasil e o jeito era assistir dividir um pornô com amigos no “bom e velho” Super-8. Uma verdadeira punheta coletiva! Após o sucesso do 1º FILME PORNÔ_BR o público cinéfilo-punheteiro não queria mais ver apenas seios, nádegas e simulação de sexo com o pau mole. Para fazer sucesso nas bilheterias, era necessário mostrar explicitamente o “algo mais”! Em meados da década de 1980 a indústria paulistana da pornochanchada foi consumida pela […]

Veja mais
25 de outubro de 2017

O ERÓTICO E O PORNOGRÁFICO

É difícil traçar o limite exato, a fronteira, entre o erótico e o pornográfico. Já li muito sobre o tema, mas nunca cheguei à conclusão alguma. Mas vamos tentar refletir sobre o tema. O erotismo revela corpos e atos com mais sutileza. A pornografia explicita os atos sexuais, mostra a genitália desnuda e escancarada. O erótico desperta a libido e a imaginação. É a roupa branca, molhada, colada no corpo da mulher, a silueta de uma bunda revelada na contraluz. A pornografia, desperta o tesão, a vontade. É a boca engolindo um pau. Uma língua penetrando uma boceta. Lábios melados de gozo! Em resumo o erótico insinua e a pornografia explicita. Mas não apenas a mostra da genitália desnuda escancarada define a pornografia. Paus, bocetas, peitos e cus são mostrados em revistas, no cinema e em exposições. Mas isto é arte erótica ou pornografia? Pode ser arte. E se esses órgãos estiverem em funcionamento, no ato sexual? Isso é arte? Também! O critério da aparência ou não dos órgãos sexuais […]

Veja mais
19 de outubro de 2017

CASADA TRAIDA “DEU O TROCO” NO MARIDO TREPANDO COM O ESTAGIÁRIO

Sou casada faz 10 anos, tenho 42 anos, dois filhos, sempre fui muito fiel ao meu marido até descobrir que ele me traia com uma mulher bem mais nova. Fiquei muito magoada, mas sofri calada e resolvi pagar na mesma moeda – cedi às investidas de um estagiário do escritório de 22 aninhos, que me comia com os olhos e vivia me convidando para sair. Aceitei o convite e marcamos numa terça feira à noite. Inventei para o marido que tinha um evento e que terminaria tarde. Comprei um lingerie sexy, coloquei uma roupa bem provocante do tipo “hoje sou toda sua” e saímos pra beber e lógico pra trepar. Quando ele insinuou para irmos para um lugar mais “tranquilo”, topei. Saímos em busca do motel mais próximo. Sentada no banco do passageiro eu olhava para o volume da calça dele e imaginava um pau enorme, grosso do garotão. Na porta do motel tremi todinha, não sabia o que dizer já que nunca tinha feito sexo com outro homem. Acabei […]

Veja mais