CORNO PROCURA MACHO DE PAU GRANDE PARA SATISFAZER A ESPOSA

LEITORAS HOTWIFE PROCURAM HOMENS CUCKOLD
22 de maio de 2018
DUVIDAS SOBRE RELACIONAMENTO CUCKOLD/HOTWIFE? – UM CASAL RESPONDE!
28 de maio de 2018
Show all

Minha esposa disse que não tinha mais tesão por mim e o melhor a fazer era nos separarmos. Diante do meu espanto completou:
– Não vou mentir, estava me sentindo sozinha e abandonada, você vive para o trabalho e acabei me envolvendo com outro homem.
Fiquei sem saber o que dizer, então perguntei quem era ele?
– Estava “para baixo”, mas notei que nosso vizinho me olhava, estava interessado, me comendo com os olhos… Senti-me desejada. Começamos a conversar e, conversa vai, conversa vem, acabei dando para ele!
Aquilo me chocou. Comecei a chorar e pedi que não me abandonasse, que eu a amava muito e não queria perdê-la.
Ela me disse que depois de ter dado para ele não seria mulher de um homem só e que se eu ainda a quisesse teria que dividi-la com o vizinho.
Disse que para não perdê-la completamente faria o que ela quisesse.
Ela colocou um sorriso no rosto e, com uma cara de safada, me deu um beijo, e disse:
– Você será meu corninho obediente!
Fiquei com tesão ouvindo aquilo. Carreguei-a para o quarto, deitei em cima dela, abri suas pernas e comecei a foder… Então pude sentir que minha esposa estava mais solta… Até permitiu que eu comesse o cuzinho, coisa que antes só tinha feito poucas vezes e mesmo assim com muita reclamação. Quando coloquei o pau notei que entrou fácil e de uma só vez, perguntei se estava tudo bem, me respondeu:
-Claro amor, agora não sinto dor, aprendi a dar o cu com o vizinho.
Comecei a foder com força e arranquei gemidos de prazer e acabei gozando no seu rabo.

Cumpri minha palavra – dividia minha esposa com meu vizinho. Depois disso ela era outra na cama, estava mais ativa, mais alegre, era como se eu estivesse com uma mulher diferente cada vez que transavamos. Os encontros com seu amante eram frequentes. Quando não dormia comigo dormia na casa dele.
Um dia cheguei em casa, sentei no sofá para ver tevê e percebi que minha esposa estava na banho. Quando saiu tive a maior surpresa – minha mulher nua segurando seu amante pelo pau, indo para o nosso quarto, fazendo questão de me mostrar o tamanho do pau dele.
Não tive palavras nem expressei reação nenhuma, fiquei pasmo, me senti um bosta diante daquele macho nu com minha esposa.
Minha esposa tinha me falado que meu pau era bem menor que o dele, mas não pensei que fosse tanto, pois não tinha visto nada igual. Ele tinha um pau que deveria ter no mínimo uns 25 cm, era grosso como meu punho, cheio de veias com uma cabeçorra grande e vermelha, que nunca pensei que tudo aquilo entrasse na minha mulher.
Entraram no quarto e comecei a ouvir gemidos. Fui até a porta entreaberta e assisti a tudo sem que me vissem – os dois deitados e minha esposa chupando aquela pica enorme… Não demorou muito para que ela montasse nele e aquele pauzão entrando na bucetinha dela. Ouvi-a gemendo, gritando de prazer, enquanto subia e descia naquela vara enorme. Não aguentei e comecei a bater uma punheta. Nunca pensei que sentiria tesão em ver outro traçando minha esposa.
Entrei no quarto me posicionei atrás de minha mulher e começou a foder seu cuzinho, a estocá-la com força enquanto ela recebia duas varas ao mesmo tempo. Ela fechava os olhos e se mordia de prazer. O amante, que estava por baixo, comendo sua buceta, aumentou os movimentos dando a impressão que ia parti-la em dois. Nós dois acabamos gozando juntos e dava para ver a quantidade de porra que escorria de sua vagina.
Ela abriu as pernas e ordenou:
– Corno chupa minha buceta melada, limpa tua putinha que esta toda suja de porra.
Comecei a lhe chupar todinha, sua bocetinha, peitinhos, e coxas meladas.
O amante a colocou de quatro na cama e disse:
– Agora é a minha vez de arromba esse teu cuzinho. Corno passe um creme no cuzinho da sua esposa e no meu pau.
Os dois bem lambuzados, ele começou a penetrá-la. Depois de colocar tudo começou o vai e vem, aumentando a velocidade dos movimentos até minha mulher gritava: – Coloca tudo no meu cuzinho, me arromba!
Assistia aquilo e me acabava na punheta. Acabei gozando quando ele tirou o pau do cu de minha mulher e vi o buraco enorme todo cheio de porra.
Tornamo-nos bons amigos. Saiamos os três juntos e transavamos, acabamos vivemos assim por quase seis meses até que meu vizinho voltou para a casa de seus pais no interior porque não conseguiu um emprego fixo aqui na capital.
Hoje, passado dois meses, minha esposa me diz que sente falta dele, e que eu devia encontrar outro homem que tivesse o pau enorme para satisfazê-la por completo.
Alguém de pau grande para satisfazer minha esposa e nos fazer feliz?

Leo
Leo

1 Comment

  1. neto disse:

    Ola bom dia, adorei o relato do casal e adoraria poder desfrutar da companhia do casal e realizar desejos e fantasias, tive relacionamento semelhante e hoje estou a procura de casal. Tenho 1.90 de altura ótima aparência, aguardo contato e sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.