REALIZEI A FANTASIA DO MEU “VÉIO” – SER CORNEADO!

ESTOU MORRENDO DE TESÃO, VAMOS DAR UMA RAPIDINHA?
13 de Janeiro de 2018
FOTOS DE GIULIANA FARFALLA: A PRIMEIRA TRANS CAPA DA PLAYBOY ALEMÃ
18 de Janeiro de 2018
Show all

REALIZEI A FANTASIA DO MEU “VÉIO” – SER CORNEADO!

Sou uma coroa com 60 anos, casada há 35 anos e sempre fiel ao meu marido. Vontade de ter outra experiência, ter outro homem, não me faltou, mas me mantive firme!
Sexo aqui em casa não é lá grande coisa, é escasso, mesmo porque, o “véio” tem dificuldade de manter o pau duro. De uns tempos para cá meu marido apareceu com uma novidade estranha: Pede para eu ter outro homem. No início achei que fosse brincadeira, mas ele confessou que era um fetiche, um tesão.
Relutei muito, pois, mesmo tendo vontade, não achava certo. Meu marido sempre insistindo em realizarmos a sua fantasia, até que um dia ele vendou meus olhos e me comeu como se fosse outro homem. Eu gostei da brincadeira. Senti que o pau dele ficou durinho! Para apimentar mais ainda troquei o nome dele, chamava-o de outro qualquer. Gozavamos muito!
Fizemos esse jogo varias vezes até que, numa noite, ele vendou meus olhos, me colocou de quatro, apagou a luz e, quando senti o pau me penetrando, percebi que não era o dele, era mais grosso, mais rijo e fodia forte. Fiz-me de boba e deixei o desconhecido me comer. Sentia a respiração ofegante do meu marido ao meu lado e percebi que ele se masturbava vendo o cara me foder. O comedor era muito gostoso, metia forte, fundo, e me dava tapas na bunda… Estava adorando sentir ele me comer.
A curiosidade tomou conta de mim. Arranquei a venda e quase morri de susto e vergonha quando vi quem era o comedor: O filho da vizinha de 22 aninhos. Fiquei furiosa e xinguei meu esposo. O moleque colocou a roupa e saiu de fininho sem falar nada.


Ao acordar no dia seguinte, meu marido já tinha saído para trabalhar, tomei banho e fui ao mercado. Aquele garoto lindão não saia de minha cabeça, pois ele me fez gozar muito, como nunca tinha acontecido.
Resolvi procura-lo, pois ainda estava com vergonha por ter sido tão estupida com ele. Fui com a desculpa de pedir ajuda para arrastar um móvel e não ter forças. Minha vizinha atendeu, mandou-me entrar. Encontrei o garotão de banho tomado e de saída para procurar emprego. Antes que ele saísse perguntei se não podia me ajudar lá em casa. Ele disse que sim com um sorriso maroto.


Ele entrou, sentou, pedi desculpa a ele, cheguei perto e falei que o móvel era apenas uma desculpa para estar com ele, mas só que desta vez sem os vendas nos olhos. Ele sorriu, me aproximei e começamos a nos beijar intensamente. Fomos para o quarto. Ele me jogou na cama, arrancou minha roupa, me bateu no rosto e na bunda me chamando de vadia e diz que agora entende porque “panela velha é que faz comida boa”. Gozei “feito doida”!
Fiquei tarada pelo pau do garotão. Meu marido nem desconfia que estou fazendo ele de corno, que todos os dias quando ele sai para trabalhar, o garotão vem em casa passar o dia comigo, me come muito e só sai pouco antes dele chegar.


Não posso deixar meu marido fora desse jogo, afinal ele sempre pediu para que eu o fizesse de corno. Vou fazer uma surpresa para ele – Dar uma trepada bem gostosa com o garotão, deixar a bucetinha toda melada de porra, colocar uma venda nos olhos do maridão corno e pedir para ele lamber e limpar tudo.
Acho que ele vai adorar! O que vocês acham?

Leo
Leo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.