COMECEI 2018 ASSISTINDO MEU MARIDO “INAUGURAR” O CUZINHO DA MINHA AMIGA

EM 2017 CRESCEMOS 500% – UM #SEX 2018 PROCÊS
30 de dezembro de 2017
GATA, VOCÊ É UMA CUCKQUEAN?
5 de Janeiro de 2018
Show all

COMECEI 2018 ASSISTINDO MEU MARIDO “INAUGURAR” O CUZINHO DA MINHA AMIGA

O ano de 2018 começou quente! Principalmente para mim que sou uma cuckquean e boa esposa!
Um casal de amigos – Claudemir e Bianca – nos convidou para passarmos o réveillon na casa de praia. Fomos nós e outro casal – Lu e o Valdir… Somos três otimas amigas e confidentes faz um bom tempo.
Chegamos a Maresias na madrugada da sábado, exaustos e fomos dormir. No sábado levantamos tarde, tomamos café e, apesar do tempo nublado, fomos à praia. Bebemos muito, principalmente o Claudemir, marido da Bianca, que, apesar de espirituoso, não tem limites. Beija e agarra minha amiga o tempo todo, passa a mão na bunda dela na frente de todos e o pior, expõe a esposa e provoca:
– Então Valdir, não gostaria de ter uma mulher como a Bianca?
Ele meio “sem graça” respondeu:
– Claro a Bianca é muito bonita, mas tem marido!
A sorte é que a Lu, esposa do Valdir, tinha ido caminhar na praia senão teríamos problemas rsrs! Ela é muito ciumenta!


Ficamos na praia até final da tarde, petiscando e bebendo. À noite pedimos pizzas e, para acompanhar muita cerveja, bom papo, piadas, sacanagens, fofocas e confissões… Em algum momento, como sempre, as mulheres ficaram sozinhas conversando:
– Bianca, seu marido é maluquinho, fica te oferecendo para os outros homens… Ele tem tesão de ver você com outro? Perguntou a Lu.
– Amiga, não sei, tenho dúvidas. Claudemir fala, provoca, mas comer que é bom não come. Faz tempo que não vejo uma pica! Acho que o maridão tem tendência a ser corno!
– Lu, e como é com o Valdir? Perguntou a Bianca.
– Ele é ótimo, transa gostoso, mas é viciada em uma coisa…
– O que? Conta?
– Meu cuzinho! Quer sempre.
– Uau!!
Eu resolvi apimentar: – Uma amiga, que vocês não conhecem, me disse que prefere dar o cuzinho a buceta… E ela disse que quem dá o cu numa mais deixa de dar! Vocês concordam? Eu concordo!
Bianca me perguntou: – Carol, o Ricardo come o seu? Ele mete gostoso?
– Sim mete bem gostoso em todos os buraquinhos… Temos uma boa cumplicidade na cama.
Bianca bem puta: – Meninas, vamos parar com essa conversa… Estou sobrando aqui! Só meu marido não me come. Só meu cuzinho continua virgem! Preciso arrumando um amante!


Falando nele, Claudemir, o anfitrião, estava dormindo bêbado no sofá e Bianca teve que pedir ajuda para leva-lo pra cama.
Também bebi demais. Fiquei bem soltinha. Ricardo era o único sóbrio. Contei para ele à conversa que as “meninas tiveram” e que a Bianca, além de estar “na seca” era virgem no cuzinho… E que seu tesão era foder com outro cara!
Não demorou muito silencio total, todos desmaiados, menos eu e Ricardo. Pedi a ele que entrasse no quarto do casal e comesse a Bianca e eu queria assistir!
– Você esta louca Carol!
– O marido dela está bêbado e desmaiado, todos dormem, e eu estou com muito tesão em ver você fodendo minha amiga e tirando o cabaço do cu dela!
– E como você vai assistir?
– Quando fomos colocar o Claudemir na cama percebi que a janela do quarto deles esta entreaberta! Ah e como estava mal intencionada, deixei a porta encostada.
– Ok, vou lá então. Sua amiga é bem gostosinha e vai ser uma delicia comer aquele bundão!
Fui para fora e, sem que ninguém percebesse, me posicionei espiando pela fresta da janela. A visão era excelente. Via perfeitamente Bianca cochilando, quase dormindo. Ricardo entrou e deslizou a mão suavemente pelo corpo seminu dela – costas, coxas, seios…
Bianca ficou assustada! Mas estava relaxada, bebada e não podia gritar porque o marido estava dormindo ali ao lado, e daria uma merda grande com os outros casais.
Da janela eu ouvia a respiração ofegante dela. Apesar do perigo de sermos flagrados, era uma delicia o que eu esta vendo. Eu estava adorando a ousadia do meu marido!
Bianca estava imóvel não se mexia… Ricardo abaixou a calcinha dela até a altura dos joelhos, a mão dele foi tocando no meio das pernas, toques suaves, massageando, e eu ali de olhos bem abertos, molhada, com muito tesão, vivenciando tudo… A mão do Ricardo alisava a bundinha dela. O dedo dele passeando pela bucetinha pelo grelinho… Ela gemia baixinho. Ricardo enfiava os dedos, parava um pouco e voltava a acariciar até chegar ao cuzinho. Eu estava me tocando… Minha buceta escorria!
Ricardo resolveu ousar um pouco mais – Deitou ao seu lado, tirou a calcinha dela, e por trás, enfiou o pau grosso e comprido na bucetinha. Fodeu forte até Bianca gozar!
Ela relaxada continuava imóvel, sem coragem de se virar pra ver quem era o “algoz do prazer”! Bianca quis falar alguma coisa, mas Ricardo tapou a boca dela:
-Quieta, não faça barulho, seu marido ou alguém na casa pode acordar!


Claudemir deu uma mexida. Estava tão bêbado que não percebeu nada e continuou dormindo. Um corninho manso!
Fiquei apavorada! Achei que seriamos flagrados… Mas o tesão falou mais alto que a razão, afinal Bianca, Ricardo e Eu estávamos gostando daquela situação de perigo e prazer.
A ideia de ser fodida por um pau grande e grosso de um desconhecido, sempre foi à fantasia dela. Claro que em sã consciência Bianca não teria coragem de realiza-la, mas resolvemos dar um “empurrãozinho” nesse início de 2018!
Acho até que, nesse momento a Bianca resolveu liberar de vez o lado devassa que estava dentro dela e a vontade de trair o maridão.
Ricardo a colocou de ladinho e forçou a cabeçorra de seu pau ao encontro do cuzinho.
Bianca sussurrou:
-Aí não, no cuzinho não, nunca dei e vai doer!
Não adiantou nada. Ricardo não sairia dali sem atender meu pedido e tirar o cabaço do buraquinho dela.
Será que ela conseguiria suportar aquilo tudo dentro do cu? Com o pau bem duro ele segurou forte a cintura dela, lubrificou o pau na bucetinha melada e foi empurrando e abrindo passagem. Aos poucos o cuzinho de Bianca foi sendo preenchido literalmente… Ricardo começou com movimentos suaves de vai e vem até que aumentou o ritmo.
Eu assistindo aquele pau arrombando o cu da minha amiga não estava conseguindo aguentar de tesão, me tocava… Fazia de tudo para me controlar e não gemer alto demais! Alguém poderia escutar!
Ricardo gozou e, enquanto escorria porra do cuzinho dela, falou no ouvido:
– Teve boas entradas em 2018?
– Ótimas! Respondeu Bianca!
Ricardo saiu do quarto sem que Bianca o reconhecesse. Eu fui para o quarto toda molhada e com tesão, no ponto para me divertir um pouquinho com meu macho! Metemos a noite toda!
Pela manhã fui à cozinha beber agua e encontrei Bianca.
– Carol você não sabe o que aconteceu… Estou toda dolorida, acabada.
Eu, bem sínica:
– O que aconteceu? Não dormiu bem?
– Não sei se o que aconteceu, estou confusa… Alguém entrou no meu quarto e me comeu! Estou toda esfolada no cu e na buceta.
– Alguém quem?? Você não reconheceu?
– Não! Além de bêbada e sonada, estava escuro… Mas nem quero saber… Foi ótimo! Não sei quem me comeu, mas seja quem for, soube fazer bem feito. Melhor fazer de conta que nada aconteceu e agir normalmente, mas confesso que eu estou curiosa para descobrir de quem é aquela rola deliciosa que me deu boas entradas em 2018!
Hora de voltarmos a São Paulo. Claudemir resolveu fazer a primeira gracinha do ano:
– Gostou do Reveillon Ricardo? Melhor ainda é ter compartilhado a companhia da minha lindissima e gostosissima esposa, não foi?
Ricardo sem vacilar respondeu: – Claro a Bianca é tudo o que você falou, mas tem marido!
Fiquei com uma dúvida: Será que Ricardo matou dois coelhos? Matou a vontade de Bianca de dar o cuzinho e do Claudemir de ser cuckold?
Quem sabe!

 

Leo
Leo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.