PRÁTICA DO SEXO ANAL ENTRE AS MENINAS…

CASADA TRAIDA “DEU O TROCO” NO MARIDO TREPANDO COM O ESTAGIÁRIO
19 de outubro de 2017
O ERÓTICO E O PORNOGRÁFICO
25 de outubro de 2017
Show all

PRÁTICA DO SEXO ANAL ENTRE AS MENINAS…

Muito praticado entre elas, mas pouco comentado. Apesar disso, muitas lésbicas fazem ou sentem curiosidade em fazer.
Sexo anal entre lésbicas ainda é um tabu. Talvez por ser mais íntimo que a penetração vaginal, ou ainda por carregar certo tom de “submissão”, herdado do sexo anal heterossexual.
A prática de sexo anal entre garotas, apesar disto tudo, é bastante comum. Atrevo-me a dizer, até, que é mais fácil uma mulher permitir ter o cuzinho penetrado pelos dedos da parceira do que pelo pinto de um homem, pois o desconforto que pode acontecer durante o início da penetração é bem menor.


O começo…
Quando as meninas resolvem praticar sexo anal, é fundamental que estejam bem confortáveis e com muito tesão. O cuzinho não é tão elástico quanto à bucetinha e pode sofrer algumas fissuras quando a penetração não é realizada com cuidado. Lubrificação é essencial, seja com muita saliva ou com lubrificantes.
Uma alternativa para aumentar a excitação, ajudar a relaxar e lubrificar ao mesmo tempo é, na hora do sexo oral, estimular o ânus da parceira com os dedos ou mesmo com a língua, penetrando-o só quando você perceber que ela está “pronta”. Algumas posições podem ser mais confortáveis que outras, e isso varia de mulher pra mulher, portanto, só testando para saber…
Não podemos esquecer nunca da higiene. Praticar sexo anal e principalmente, o cunete, sem um bom banho antes é quase inconcebível… Para muitas, realizar uma lavagem do canal retal antes (é, é feio, eu sei), vulga “chuca” (pergunte ao seu amigo gay, ele já fez ou pelo menos sabe como fazer), pode dar mais conforto e segurança na hora da penetração e evitar alguns constrangimentos. Lembrando que a repetição frequente desta prática não é muito recomendada por alguns médicos.


Dedos ou acessórios?
Depois da estimulação, chega a hora da penetração. O mais usual, confortável e lógico é realizá-la inicialmente com um ou dois dedos. Combinar o sexo oral com a penetração anal pode ser enlouquecedor, e daí pra frente à imaginação pode rolar solta. Mas nunca, nunca esqueça que, uma vez que você penetrou o ânus com os dedos, jamais deve voltar a penetrá-lo na vagina de sua parceira (ainda bem que temos duas mãos…). Antes, lave bem as mãos e as unhas e, se possível, use “dedeiras”, que são feitas do mesmo material das luvas cirúrgicas, mas que só são colocadas em um dedo por vez.
Além dos dedos, podemos usar brinquedinhos no sexo anal. Dildos e vibradores comuns podem ser penetrados tanto no cuzinho como na buceta. E ainda existem alguns que permitem a penetração dos dois ao mesmo tempo uau! A recomendação neste caso é utilizar preservativos nos acessórios e tomar muito mais cuidado com a lubrificação e na hora da penetração, pois o objetivo da transa (na maioria das vezes, claro) é obter prazer, e não dor.
Existe orgasmo anal?
Sim, é possível atingir o orgasmo dando o cuzinho, pois a região é uma das mais sensíveis do corpo humano.
Uma vez que nos sentimos seguras e confortáveis com relação ao sexo anal, as possibilidades de dar e obter prazer multiplicam-se. Tabu ou não, é gostoso e tem muitas adeptas. Introduzi-los nas suas práticas sexuais só depende do seu desejo, da sua criatividade e da sua parceira.
Fonte: Dri Quedas

Leo
Leo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.