A CICATRIZ DE MARILYN MONROE por BERT STERN

MEU PRIMEIRO E INESQUECIVEL MÉNAGE
5 de setembro de 2017
AMIGO DO MARIDÃO ME FODEU GOSTOSO!
11 de setembro de 2017
Show all

A CICATRIZ DE MARILYN MONROE por BERT STERN

Sem maquiagem, Marilyn pegou os lenços, sentiu sua textura e transparência e percebeu a intenção do fotógrafo.
– Tenho uma cicatriz recente de cirurgia. Vai aparecer? Ela perguntou.
– Depende da luz. Mas pode ser retocada, disse Stern.


Durante três dias, na primavera de 1962, o fotógrafo americano Bert Stern fotografou a estrela do cinema Marilyn Monroe, com 36 anos de idade, na suíte 261 do Hotel Bel Air na cidade de Los Angeles.O ensaio, realizado seis semanas antes da sua morte, revela detalhes da intimidade de um dos maiores símbolos sexuais do cinema.


Marilyn foi fotografada exibindo as sardas no rosto e colo, além de uma grande cicatriz no abdome, resultado de uma operação na vesícula.
Bert Stern nasceu no Brooklyn em 1929. Com 17 anos começa a trabalhar na revista Look. Sai dois anos e meio depois para assumir a direção artística de uma pequena revista e se lança como fotógrafo. Convocado para o serviço militar em 1951, consegue partir para o Japão com a equipe de cinema do Exército. Depois de fotógrafo em sucessivas campanhas publicitárias de sucesso, Bert é o colaborador oficial da Vogue e consegue, em 1962, duas longas sessões de fotos com Marilyn, que ele será o último a fotografar.


Bert Stern experimenta toda espécie de técnicas, desde a serigrafia até impressões eletrônicas (recusadas pela Vogue). Nos anos 1960 encarna o bem-sucedido fotógrafo para quem tudo dá certo. Em 1971, decide fechar seu estúdio para dedicar-se à publicidade.

Salvar

Leo
Leo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.