MEU PRIMEIRO E INESQUECIVEL MÉNAGE

ENTREVISTA COM A GATA e MUSASEXI NÚBIA OLIIVER
1 de setembro de 2017
A CICATRIZ DE MARILYN MONROE por BERT STERN
8 de setembro de 2017
Show all

MEU PRIMEIRO E INESQUECIVEL MÉNAGE

Sou casada faz 15 anos, tenho 37 de idade e o meu marido 38. Há 4 anos praticamos não apenas ménage masculino como também troca de casais.
Quando meu marido falou pela primeira vez no assunto eu não queria acreditar que ele aceitaria me dividir com outro homem. Conversamos mais de um ano sobre os prós os contras e as consequências que poderiam resultar após experimentarmos um ménage… Mas decidimos seguir em frente e se acontecesse faríamos.
Nosso primeiro ménage aconteceu com um desconhecido, em um hotel em Cancun onde estávamos hospedados durante nossas férias. Fomos a boate e vi um cara bonito, um gato, sozinho no bar. Nossos olhos se cruzaram a noite toda, até que em determinado momento meu marido percebeu e disse:
– Gostou do rapaz? Vai lá investe e vamos concretizar nosso ménage!
Foi muito difícil controlar o nervosismo. Fui ao banheiro, dei uma olhada, ele me acompanhou, percebeu que eu estava afim…
-Você é casada? Vi seu marido…
-Sim sou casada…
-Você é muito gostosa!
-Você também é bem gostoso… Vou abrir logo o jogo: Eu e meu marido queremos você na nossa cama. Topas?
-Que convite quente. Claro! Que horas?
-Daqui a 30 minutos, bom para você? Suíte 1105.
Subimos e ficamos aguardando… O nervosismo e o tesão aumentavam imaginando como seria. Não sei se conseguiria ficar nua na frente de outro homem, mas a excitação era demais.
-Ola, você gostou dela? Vamos sacia-la? Ela esta faminta!
Sentia as mãos do marido mas ansiava por sentir as caricias do desconhecido Queria que ele me beijasse e me penetrasse, senti-lo todo dentro de mim.
Eu o chamei para se juntar a nós. Ele aproximou os seus lábios… Iniciamos um delicioso beijo de língua. Continuou beijando e sugando seguidamente as minhas tetas, percorreu o meu corpo com os lábios até chegar ao meio das pernas, sempre lambendo, até minha buceta. Eu louca de prazer agarrei o seu pau duríssimo e coloquei na boca… Senti  melaço que saía do orifício da cabeça do pau.
O meu marido sentou-se a beira da cama… eu batia uma punheta para ele enquanto assistia o garotão me foder forte.
Foi o inicio do prazer daquela noite em que, pela primeira vez, senti dentro de mim uma rola diferente daquele que estava habituada.
Que noite inesquecível de inúmeros orgasmos.
Esta foi o primeiro ménage de muitos outros!

Leo
Leo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.